Portal UFSC

O objetivo deste documento é orientar servidores e estagiários que trabalham na área de comunicação da UFSC sobre os procedimentos editoriais adotados no site oficial (www.ufsc.br).

Diariamente os textos produzidos sobre a Universidade são publicados no portal e em informativos institucionais e enviados aos meios de comunicação. Daí a preocupação com a forma com que esses produtos têm sido apresentados à sociedade.

O que publicar no site?

O site da UFSC é um dos principais canais de comunicação da instituição com a comunidade externa, seu público-alvo.

No site encontram-se Notícias, Eventos, Avisos e matérias de Jornalismo Científico. Nesta categoria, será publicada a produção regular de material jornalístico, com linguagem acessível, sobre as pesquisas realizadas na UFSC em diferentes áreas de conhecimento.

Critérios:

  • matérias envolvendo a UFSC, partindo-se de fontes institucionais ou externas;
  • eventos educativos, culturais e científicos, promovidos, apoiados ou que tenham participação da UFSC, tais como congressos, seminários, mesas-redondas, oficinas, palestras, jornadas, fóruns etc;
  • matérias de organizações e publicações afins sobre temas de interesse institucional, oriundas dos governos federal e estadual, MEC, MCTI, Andifes, Capes, CNPq, SBPC, Fapesc etc;
  • ofertas de bolsas, premiações e fontes de financiamento na área de educação e pesquisa;
  • participação de membros da UFSC em eventos externos como palestrantes e expositores, evitando-se divulgar sua participação somente como ouvintes.

O site restringe a publicação de artigos de opinião.

Período eleitoral

No período eleitoral municipal, estadual e federal, os meios de comunicação da UFSC seguem as diretrizes de divulgação da Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República e suas Instruções Normativas com as orientações para o período.

As medidas afetam a veiculação de notícias no site de Notícias da UFSC, o Divulga UFSC, o Calendário de Eventos, as redes sociais institucionais (FacebookTwitterInstagram e YouTube), a TV UFSC, bem como as páginas de Centros de Ensino, Departamentos, Programas de Pós-Graduação, setores administrativos e demais páginas estão sob o domínio ufsc.br.

Durante o período eleitoral, a comunicação exercida pelos órgãos do governo deve:

  • priorizar a divulgação de conteúdos estritamente informativos ou de interesse do cidadão vinculados à prestação de serviços públicos;
  • vedar publicações que contenham nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou servidores públicos;
  • vedar a publicação de conteúdos ou análises com juízo de valor sobre ações, políticas públicas e programas sociais e comparações entre gestões de governo;
  • vedar as citações de pessoas da comunidade universitária ou externos à UFSC envolvidos nas eleições ou que tenham cargos políticos, assim como notícias que contenham informações sobre recebimento e uso de recursos financeiros públicos.

Jornalismo Científico

Objetivos:

  • aproximar a comunidade do conhecimento produzido na Universidade;
  • levar ao grande público via meios de comunicação, a produção científica e tecnológica de laboratórios, núcleos de pesquisa e outras unidades da UFSC;
  • colaborar com o processo de transferência tecnológica;
  • aumentar os espaços de divulgação de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) nas mídias local e nacional;
  • promover a visibilidade de trabalhos de pesquisa da UFSC;
  • colaborar com a divulgação e o debate de temas relevantes de CT&I;
  • colaborar com o entendimento da importância da ciência básica e aplicada pela população;
  • conquistar e manter a parceria do pesquisador da UFSC no processo de popularização da ciência;
  • colaborar com a formação de estudantes na área de Jornalismo Científico;
  • colaborar com a melhoria do relacionamento entre veículos de comunicação e pesquisadores da UFSC;
  • estimular entre pesquisadores a prática de atendimento a veículos de comunicação, como contemplado na Plataforma Lattes.

Orientações para produção dos textos:

  • buscar linguagem acessível ao grande público;
  • buscar texto correto do ponto de vista da informação científica e tecnológica, ao mesmo tempo criativo e instigante, que mereça atenção dos veículos de comunicação;
  • desenvolver pautas com enfoque local (importância para a cidade e o estado) e também nacionais (estudos de impacto científico, tecnológico e social);
  • evitar a divulgação de informações pouco claras e que possam suscitar dúvidas ou erros por parte do jornalista do mercado de trabalho;
  • recomenda-se a revisão da matéria junto ao pesquisador antes de sua distribuição, para evitar a distorção de informações técnico-científicas;
  • orientar o pesquisador sobre a dinâmica do retorno do texto, uma prática possível na assessoria de comunicação (realizada com o objetivo de oferecer subsídio de qualidade ao jornalista do mercado), no entanto inadequada para a mídia em geral;
  • observar os temas/datas/ocorrências em destaque na mídia e que possam gerar pautas ou repercutir na busca de pesquisadores junto à Universidade ou na produção de matérias.

Divulgação de eventos científicos:

  • além de produzir matérias de apresentação, observar temas/palestrantes/conferências que possam render matérias/pautas específicas;
  • verificar a necessidade de mapeamento de veículos específicos da área, ou instituições (outras universidades, fundações de apoio, órgãos de financiamento à pesquisa) que possam/devam receber o material e auxiliar na divulgação do encontro;
  • observar programas ou editorias específicas que possam ter maior interesse na divulgação do evento/tema;
  • divulgar eventos institucionais voltados para premiação e valorização da ciência e da pesquisa, como, por exemplo, Prêmio Destaque da Iniciação Científica, Destaque Pesquisador etc.

Coordenadoria de Divulgação e Jornalismo Científico/Agecom/UFSC